MERINO AUSTRALIANO

A Austrália importou merinos de todas as variedades existentes: Electoral, Negrettis, Rambouillets, Veronts, etc. O Merino Australiano foi constituído pela amalgama dessas variedades, com as seguintes proporções aproximadas de sangue: 25% de Merino espanhol; 40% de Vermont; 30% de Electoral e Negretti; 5% de Rambouillet francês.

Raça que apresenta lã de excelente qualidade e elevado valor econômico, destinada à fabricação de tecidos finos. Adapta-se perfeitamente às condições de alta temperatura e vegetação pobre, em vista de seu pequeno porte e velo muito fino e denso, que funciona como verdadeiro isolante térmico. Não tolera, todavia, umidade excessiva. Em termos teóricos, teria 70% de potencial para produzir lã e 30% para carne. A lã atinge, via de regra, as classes merina e amerinada.

Fonte: Base para criação de ovinos no Estado de São Paulo, São Manoel – SP, 1995. Edson Benedito de Carvalho; Márcio Armando G. de Oliveira; Paulo F. Domingues.